>> Voltar a Entrada >> Enter to The Matrix!


Suicídio é o novo inimigo do Capitão América
Crise económica tem contribuído para subida da taxa nos EUA
Hugo Torres 2011-01-13
Os veteranos de guerra e os jovens homossexuais, sobretudo os que são maltratados nas escolas, são os dois grupos da população norte-americana que mais têm contribuído para o crescimento da taxa de suicídios. Um estudo das universidades Rutgers (Nova Jérsia) e Emory (Atlanta), de Setembro do ano passado, revelou ainda um aumento considerável entre as pessoas de meia-idade.

A Fundação Americana para a Prevenção dos Suicídios contabilizou cerca de 34.500 suicídios em 2007. Foi ainda antes da crise económica e financeira mundial, que a partir de 2008 levou muitas pessoas a tirar a sua própria vida, de acordo com o mesmo estudo. Actuação igual encontra quem tem problemas de saúde e não tem apoio familiar.

A edição especial do Capitão América pretende contrariar esta tendência. Para o fazer, além da história, inclui nas suas páginas o número de uma linha de apoio por telefone. ?Se uma pessoa ligar para este número em vez de cometer uma tragédia, teremos tido êxito?, escreveu Tom Brevoort, vice-presidente da Marvel, no sítio online da empresa.

Captain America: A Little Help conta a história de um rapaz que, estando prestes a decidir-se pelo suicídio como alternativa a uma depressão, se vê envolvido na trama e acaba por ser o único que pode salvar o super-herói. São 11 páginas e, no final, salvam-se ambos ? o Capitão América, por acção do parceiro ocasional, e o próprio rapaz.
publico.pt




Anunciar na CULTZONE é muito fácil

101 Copyright © 2003-2005-2006-2007-2008-2009-2010-2011-2012-2019 CULTZONEZai AGÊNCIA CRIATIVA.
Todos os Direitos Reservados CULTZONEGroup
Powered by CULTZONE WebSolutions
CULTZONE IT'S A TRADEMARK. DON'T COPY!